BNB com linha de crédito para artistas nordestinos

Texto: Banco do Nordeste

O Banco do Nordeste sabe que uma das maiores riquezas de um país é a sua cultura e, por isso, faz questão de dar o seu incentivo. O Cresce Nordeste garante crédito com juros mais baixos e prazos mais longos para empresas de qualquer porte, em qualquer ramo de atividade. Você conta com dinheiro para implantação, ampliação, modernização e reforma de empreendimentos do setor cultural, bem como para produção, circulação, divulgação e comercialização de produtos e serviços culturais.

O que o Programa financia:

  • Contratação de serviços especializados (horas de estúdio de gravação; compra de pauta de teatro; montagem de palco; banheiros químicos; empresas especializadas em contratação de músicos; compra de direitos autorais; elaboração de arranjos musicais; elaboração de roteiros; contratação de elenco; aluguel de equipamentos e máquinas; projetos de sonorização, inclusive material contra a poluição sonora; projetos de iluminação; empresas especializadas na contratação de assessoria de imprensa e de fotolito; programação visual; serviços de divulgação; e outros).
  • Aquisição de veículos automotores relacionados com o desempenho da atividade do empreendimento financiado, podendo tal aquisição ser financiada de forma isolada.
  • Aquisição de móveis, acervos museológicos, obras de arte, livros, publicações, CDs, DVDs, cenários e figurinos.
  • Aquisição de instrumentos musicais.
  • Capacitação de mão-de-obra necessária ao empreendimento, por meio de empresas especializadas (por exemplo: operadores de som e imagem, carpinteiros, guias e arquivistas).
  • Móveis e utensílios, podendo a aquisição ser financiada de forma isolada.
  • Gastos com construção, ampliação e reforma de benfeitorias e instalações, observado que a reforma visará a modernização do empreendimento ou o aumento de sua receita operacional.
  • Capital de giro associado ao investimento fixo.

Fonte de recursos:

Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste – FNE e Recursos Internos do Banco – RECIN.

A quem se destina:

  • Empresas privadas (pessoas jurídicas e empresários registrados na junta comercial) que desenvolvam atividades do setor cultural nos segmentos indicados a seguir:
  • Produtoras de espetáculos de artes cênicas (teatro, ópera, dança, circo e mímica).
  • Produtores de espetáculos de música.
  • Produtoras, gravadoras, editoras e distribuidoras de discos (CDs e DVDs) e outras mídias.
  • Produtoras de audiovisual (cinema, vídeo, rádio e televisão).
  • Produtoras de artes visuais, a exemplo de artes plásticas, fotografia e gravura.
  • Editoras de livros e outras publicações, a exemplo de cordéis, guias, partituras musicais

e catálogos culturais, exceto jornais, revistas e outros periódicos.

  • Salas de exibição, casas de espetáculos, teatros e galerias de arte.
  • Museus, bibliotecas e centros culturais.
  • Comerciantes atacadistas e varejistas de produtos culturais (livros, jornais, revistas, discos,

publicações, imagens e outras mídias).

  • Fabricantes de instrumentos e acessórios musicais.
  • Escolas de artes cênicas, de música, de audiovisual, de artes visuais, de literatura e de restauração de patrimônio histórico.

Garantias

As garantias serão, cumulativa ou alternativamente: hipoteca, penhor, alienação fiduciária, fiança ou aval.

Juros

a) Para os Recursos do FNE*:

  • 6,75% a.a. para microempresas.
  • 8,25% a.a. para pequenas empresas.
  • 9,5% a.a. para médias empresas.
  • 10% a.a. para grandes empresas.

*Condições atuais do FNE, sujeitas a alterações.

b) Para os Recursos Internos – RECIN:

  • taxa pré-fixada a ser definida por ocasião da contratação da operação.

Bônus de adimplência(*)

Para os pagamentos realizados em dia, é concedido bônus de adimplência sobre os juros, sendo de 25% para empreendimentos localizados no semiárido e de 15% para empreendimentos localizados fora do semiárido.
(*)Apenas para os recursos do FNE.

Prazos

a) Parcela FNE
O prazo máximo das operações é de até 12 (doze) anos, incluídos até 4 (quatro) anos de carência. No caso de aquisição isolada de móveis e utensílios, o prazo máximo total será de até 4 (quatro) anos, incluído até 1 (um) ano de carência, determinado em função da finalidade e da capacidade de pagamento do mutuário.

b) Recursos Internos – RECIN

Até 1.460 dias contados da data prevista no orçamento do projeto ou da proposta de financiamento para o desembolso da parcela de capital de giro associado ao investimento fixo.

Limites de financiamento

Porte do Mutuário Faixa de Receita Anual (R$)* Máximo de Financiamento pelo FNE (%)** Mínimo de Recursos Próprios (%)
Micro Até 240.000,00 100
Pequeno Acima de 240.000,00 até 2.400.000,00 100
Médio Acima de 2.400.000,00 até 35.000.000,00 85 a 95 5 a 15
Grande Acima de 35.000.000,00 70 a 90 10 a 30

(*) Receita operacional bruta anual.
(**) O limite de financiamento dos clientes levará em conta, além do porte do mutuário, a tipologia do município onde o empreendimento estiver localizado, conforme definição da Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR), elaborada pelo Ministério da Integração Nacional. Neste caso, a agência do BNB está apta a informar-lhe o limite de financiamento de seu projeto.

Acesso ao financiamento
Tendo cadastro e limite de crédito aprovados no Banco do Nordeste, basta apresentar o Projeto de Financiamento ou a Proposta de Crédito.

Procure o Banco do Nordeste para mais informações ou ligue grátis para o Cliente Consulta / Ouvidoria: 0800 728 3030 – clienteconsulta@bnb.gov.br

Nota do Blog ( Valbrlucio.wordpress.com) : Essa matéria saiu inicialmente em novembro de 2010, mas como credito que é de grande importância o  conhecimento desse tipo de serviço ,coloco aqui a disposição para consulta

www.pdf24.org    Send article as PDF   

valberluciop

Graduando em Ciências Contábeis , produtor e gestor Cultural

Diga o que achou, opine !

%d blogueiros gostam disto: