Fundo Setorial do Audiovisual anuncia investimento em 40 longas-metragens

Chamada Pública PRODECINE 01/2016 contemplou projetos de 14 unidades federativas

Antes do anúncio dos vencedores, Debora Ivanov apresentou um balanço dos investimentos do FSA em cinema

Em evento realizado dentro da programação do RioMarket, a Agência Nacional do Cinema – ANCINE e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) anunciaram nesta sexta-feira, 13 de outubro, o resultado final da Chamada Pública PRODECINE 01/2016 do Programa Brasil de Todas as Telas. No total, serão investidos R$ 45 milhões, em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), na produção de longas-metragens com destinação inicial para as salas de exibição. Antes da divulgação dos contemplados, a diretora-presidente em exercício Debora Ivanov apresentou um breve balanço dos investimentos do FSA em projetos para cinema.

Em operação desde 2008, o PRODECINE 01 é uma das linhas mais tradicionais do FSA, já tendo financiado a produção de 224 longas-metragens brasileiros de produção independente. A Chamada Pública desde ano recebeu 273 inscrições de projetos de todo o Brasil e após a conclusão do processo seletivo, que contou com as fases de habilitação, classificação e defesa oral, o Comitê de Investimento do FSA decidiu pela seleção de 40 projetos de ficçao, animação e documentários.

Entre os contemplados estão projetos apresentados por produtoras de 13 estados (Piauí, Pará, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Goiás, Pernambuco, Ceará, Tocantins, Minas Gerais, Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo), além do Distrito Federal. São 25 filmes de ficção, 14 documentários e uma animação. A lista inclui novos trabalhos de nomes conhecidos, além de 16 diretores e diretoras estreantes no formato de longa-metragem.

A diretora-presidente em exercício da ANCINE, Debora Ivanov, ressaltou a diversidade dos contemplados:  “A seleção busca a comunicação com diferentes públicos. Temos documentários, filmes voltados para o público infanto-juvenil, dramas, comédias e até filmes de ação e terror. Avançamos também na paridade de gênero. Mais da metade dos projetos tem mulheres na posição de diretoras ou roteiristas”, destacou.

Clique aqui para conferir a ficha técnica dos 40 projetos contemplados.

 

via: ancine

www.pdf24.org    Send article as PDF   

valberluciop

Graduando em Ciências Contábeis , produtor e gestor Cultural

Diga o que achou, opine !

%d blogueiros gostam disto: